Tendências do mercado jurídico – Um olhar sobre as oportunidades

Segundo dados da Fenalaw, o mercado jurídico cresce em média 20% por ano, o que, na prática, corresponde a mais ou menos R$ 50 bilhões anuais. No setor há empresas que chegam a receber até vinte mil processos a cada mês. Além disso, a OAB registrou cerca de um milhão de advogados e mais de cem milhões de processos ativos em 2017. Tudo isso corrobora a ideia de que o mercado jurídico anda cada vez mais promissor.

Apesar da crise econômica no país, os especialistas em Direito do Trabalho afirmam que o mercado está mais aquecido do que nunca, principalmente devido aos impactos da recém aprovada Reforma Trabalhista e da polêmica Reforma da Previdência. Também vivemos um período de transição, e o perfil da nova geração que vem ganhando espaço no mercado jurídico já não é o mesmo, fazendo com que sejam necessárias algumas mudanças e adaptações no próprio mercado. Nesse artigo, vamos abordar um pouco dessas novas tendências.

A Reforma Trabalhista e a Reforma da Previdência

Com as mudanças implementadas pela Reforma Trabalhista e as reformas que estão em curso no sistema previdenciário, novas oportunidades surgiram. Com um alto índice de desemprego, demissões em curso e alterações em contratos, há um vasto campo a ser explorado na área trabalhista.

Entretanto, é necessário que os profissionais saibam se adaptar a essa nova realidade. Hoje, advogado precisa, além de dominar os procedimentos jurídicos, a legislação e as jurisprudências, também entender do processo corporativo da empresa em si.

A nova geração alcança o Fórum e os tribunais

A chamada geração Y alcançou a idade adulta, se formou na universidade e passou a ocupar espaços como os tribunais, os Fóruns e os escritórios de advocacia. Naturalmente, é preciso que o mercado se adapte a essa nova realidade.

Os sócios de escritórios, mais velhos e habituados a um determinado modelo de trabalho, vão ter que se adaptar e compreender as novas demandas dos profissionais mais jovens, já que os métodos de gestão do século XX nem sempre serão válidos para essa nova geração. Horários e regras mais flexíveis, mente aberta para inovações e pré-disposição para adotar um novo modelo de relacionamento profissional serão características mais do que desejadas daqui para a frente.

O digital ganha força no mercado jurídico

Paralelamente à chegada da geração Y ao mercado de trabalho, estamos presenciando uma revolução no que diz respeito às inovações e ao emprego de novas técnicas para resolver problemas antigos. Nesse contexto, a comunicação digital e em tempo real entre advogados e clientes por meio de aplicativos como WhatsApp e Facebook Messenger traz agilidade e permite uma troca de informações mais dinâmica.

Além disso, os softwares de gestão se farão cada vez mais necessários, na medida que a gestão já não está limitada ao gerenciamento de funções, mas também a uma boa distribuição das tarefas entre as equipes, e tais softwares podem ajudar muito nesse processo. A automação também será uma constante: quer seja um escritório, quer seja um pequeno, a verdade é que numa sociedade em que tudo acontece cada vez mais rápido, quanto mais agilidade e praticidade a tecnologia puder proporcionar, mais otimizado melhor será o ritmo de trabalho.

Soluções como Lexbot e o Lexdocs propocionam um aumento de produtividade e otimizam a maneira de trabalhar do profissional do direito.

O marketing jurídico vira um diferencial

Com a democratização da informação que a internet possibilita, o marketing jurídico ganha força. É preciso ficar atento, pois o código de ética da OAB limita a publicidade ostensiva. Entretanto, os advogados podem e devem utilizar as suas próprias mídias sociais para divulgar aos seguidores as notícias e informações relevantes sobre seu segmento e a especialidade em que atuam. Pode-se dizer que o marketing jurídico deve ser mais informativo do que propriamente comercial.

Nesse contexto, o marketing de conteúdo com foco no mercado jurídico passa a ser extremamente útil para o advogado que deseja estreitar o relacionamento com seus clientes e construir seu nome como especialista em sua área de atuação.

Na contemporaneidade, a única coisa que é constante é a mudança, e isso se aplica também ao mercado jurídico. Por isso, é preciso ficar de olho nas principais tendências para se destacar num mercado tão competitivo.

Para mais insights e dicas sobre o universo jurídico, acompanhe nosso blog e comente os assuntos que você gostaria de ver abordados por aqui.

Deixe um Comentário

Comece a digitar e pressione Enter para pesquisar